OFICINA de “Agenciamento Cultural e Captação de Recursos”

Essa oficina eu fiz pela primeira vez no The Hub em 2009 e depois já repeti em formatos maiores (de oito horas). Foi um prazer pra mim porque desde o final dos 90 eu não me metia em assuntos culturais. (Já explicarei em outro post, outro dia). E percebi como, sim, é possível, usar os conhecimentos que obtive no terceiro setor pra ajudar grupos culturais e artistas a desenvolver sua obra, vivendo de arte, muito além das leis e editais. Passo a seguir os slides e na sequencia uma explciação curta dos temas:

Oficina de 4 horas dirigida a agentes culturais que buscam intimidade com os mecanismos de fomento da cultura nas 3 esferas governamentais e pretendem aliar esse conhecimento na busca de patrocínios empresariais para seus projetos. Enfoque em técnicas de negociação.

08h30 às 10:30 – Quais as regras do jogo? Experimentando as Leis de Incentivo e entendendo como funciona a cadeia produtiva cultural + O Produto Cultural e a “arte da arte” de triunfar nessa selva cheia de bondosos produtores competidores.

10:30 às 11:00 – Café, suco e bolo.

11:00 às 13:00 – Patrocínios, Apoios …categorias diferentes para os mesmos objetivos. Como estruturar um projeto cultural para conquistar parceiros + Técnicas de Negociação. Aquele cara do outro lado da mesa é boa gente. Motivações e a busca por aliados.


Palestrante: Marcelo Estraviz é empreendedor social, palestrante e escritor. É presidente da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) e da associação de ex-alunos do Colégio Miguel de Cervantes; conselheiro da ONGs: Trópis e Descentro; e The Hub. É co-autor do livro “Captação de diferentes r ecursos para organizações da sociedade civil”. Atuou ultimamente na área governamental, ocupando posições de direção em instituições e projetos ligados à Prefeitura, ao Esta do de São Paulo e à União Européia.

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos

em primeira mão!