Como?

Tenho trabalhado estes anos em mudanças de mundo. Vai entender… Alguns amigos mais próximos me acham exótico, mas sabem que sou basicamente um cara bacana.

Mais recentemente, e após perceber que as mudanças de mundo ocorrem primeiro em nós,  para que depois se alastrem,  passei a estudar e aplicar aprendizados em coletivos humanos que se interessam por um mundo RADICALMENTE melhor.

Isso pode ocorrer em ONGs, em governos, empresas, tribos, departamentos, amontoados de gente. Isso. Gente. Sempre lido com gentes.

Tenho andado pelo Brasil (e mais recentemente pela America Latina também. Atualmente, Espanha) pra convervar com pessoas. Tenho feito isso através de palestras, cursos, workshops e singelas consultorias coletivas construídas a muitas mãos, mentes e corações.

Tenho falado de CAUSAS. E estamos descobrindo coisas. E o mundo tá ficando mais bacana. O exercício é simples: para além de nossas vidas profissionais, há uma abundância de caminhos. O mundo institucional, as ações organizacionais não mais nos convencem. O que nos convence é o que faz sentido. O que nos move são as CAUSAS que acreditamos. Instituições que estão percebendo isso estão se reinventando, assim como as pessoas que nelas estão.

Muitas vezes precisamos de mudanças de chavinhas mentais. Com essas mudanças voltamos a ter brilho nos olhos. E com esse brilho mudamos o mundo em nós. E o mundo muda conosco.

 

 

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos

em primeira mão!